Energia da Vida e da Morte

A humanidade viveu um período de grande desenvolvimento tecnológico no último século, alavancado por duas grandes guerras mundiais e uma guerra fria, resultado do aprendizado sobre os prejuízos da guerra e das consequências de um conflito nuclear. Foram inventados os primeiros computadores analógicos e logo os digitais, que deram origem a Revolução Digital que vivemos hoje.

Porém, apesar de tanta tecnologia, conhecimento técnico sobre mecânica e eletrônica, estamos sofrendo as consequências de nos afastar da natureza. A urbanização e mecanização nos fez perder o vínculo com o ambiente, vegetais e animais, perder a noção da importância da natureza em nossas vidas e nossa existência. Sentindo as consequências, estamos reconhecendo novamente a importância da natureza em nossas vidas, aprendendo a importância de cuidarmos do meio ambiente a medida que a mãe natureza começa a mostrar sua força e cobrar pela falta de respeito dos últimos séculos... infelizmente, já é tarde demais, e o resultado está apenas começando a aparecer, ainda assim apenas rastejamos no sentido de corrigir os erros, postergando medidas emergenciais até que os grandes desastres comecem a acontecer pra valer...

Profecias para 2012 surgem por todos os lados, inclusive pela ciência, alertando sobre a iminência de grandes tempestades solares para o início de 2013... se os gases do efeito estufa já fazem um grande estrago com atividade solar baixa e normal, imaginem a tragédia que resultará do aquecimento global causado pelo maior pico de atividade solar da era industrial? Derretimento de geleiras e a concretização dos piores pesadelos dos ambientalistas, o Apocalipse dos cristãos, as dores de parto, desastres ambientais, colapso da tecnologia afetada pelas radiações solares, um desastre econômico sem precedentes em uma sociedade profundamente dependente da eletrônica...

Aquelas previsões apocalípticas de milhões de mortes, difíceis de acreditar hoje, irão se concretizar... mas a humanidade irá sobreviver, e aprender com os erros das gerações passadas... de que dinheiro e riqueza material não superam a importância da riqueza natural.

Essa mudança radical marcará o fim do capitalismo e levará a próxima revolução na história da humanidade, uma revolução que já nasce na geração atual, pré-apocalíptica. O reconhecimento dos valores da natureza, a preocupação ambiental, a valorização do conhecimento sobre a natureza, sobre os vegetais, animais e o próprio ser humano. Essa revolução irá transformar radicalmente a Medicina ocidental, quebrando os paradigmas da medicina capitalista, que visa o lucro através de tratamentos e medicamentos em detrimento da saúde e da cura do ser humano.

A Medicina atual, voltada para o lucro e dependente da tecnologia de aparelhos e medicamentos, será aniquilada. A Medicina irá se voltar, então, para os conhecimentos da nutrição, alimentação, atividade física, conhecimentos antigos sobre cura natural através de plantas... e especialmente, a civilização ocidental irá se voltar para o conhecimento milenar da Medicina Oriental. Medicina naturalista, de aplicação aparentemente simples e rústica, porém de um conhecimento profundo, muito além da compreensão humana atual... mas que estranhamente surgiu na China a milhares de anos... sobre a qual já falei em outro texto, "A Origem da MTC".

A ciência se voltará então para compreender a natureza. Muito se sabe sobre a fisiologia e anatomia humanas, porém o cérebro é ainda um grande mistério. O órgão mais importante e complexo do corpo, o maior diferencial entre os chamados seres inteligentes e animais primitivos. O cérebro, um órgão cuja fisiologia conhecida não explica seu funcionamento. Porque seu funcionamento não é apenas fisiológico. Pensamentos e lembranças não ocorrem através de processos metabólicos. A fronteira do conhecimento atual sobre o cérebro esbarra no limite do conhecimento sobre a energia e o magnetismo humano.

Energia que é o principal foco dos tratamentos da Medicina Oriental. Porém, estranhamente, a MTC possui métodos para diagnóstico e tratamentos energéticos, conhecimento sobre linhas e pontos de Meridianos de energia... porém, a compreensão sobre a energia é vaga e limitada. Não existe um conhecimento que explique os métodos da MTC, que não fazem sentido na visão da Medicina ocidental. É como se todo o conhecimento sobre a aplicação da MTC tivesse sido ensinado, podendo ser utilizado, apesar de o funcionamento desse corpo energético estar além da capacidade de entendimento. E é justamente no conhecimento sobre esse corpo energético e seu magnetismo que esbarra a Neurologia. Esta é a barreira do conhecimento para os mistérios sobre o cérebro.

A humanidade hoje dá os primeiros passos na compreensão dessa energia vital para a vida, para os batimentos cardíacos e funcionamento do cérebro. Tratada mas não compreendida pela Medicina Oriental, ignorada até a pouco pela Medicina ocidental, que começa a analisá-la cientificamente... estudada através de fenômenos chamados paranormais e espirituais... misteriosa para cosmologistas... pesquisada sigilosamente, a chave para solucionar os mistérios com os quais a ciência esbarra atualmente...

Sobreviveremos ao Apocalipse, contaremos com preciosa ajuda, não estamos sozinhos. Aprendemos errando, aprenderemos com os erros do passado, aprenderemos com a ajuda de nossos amigos, irmãos de sangue, e seguiremos em frente, vamos nos levantar, sacudir a poeira e reconstruir nossa civilização, baseada em novos princípios, novos valores, respeito a vida e a natureza, valorizando aquilo que realmente importa... entenderemos a energia da vida, o próximo passo de nossa evolução, a maior revolução da história da humanidade, muito além de qualquer tecnologia, a solução para grandes mistérios, respostas que nos levarão a novas perguntas...

Nosso mundo, como o conhecemos, será destruído, mas uma nova realidade surgirá das cinzas de nossa civilização capitalista, consumista e vazia. Novos valores, antigos valores pautarão a sociedade. Aqueles que se julgam seguros em seus castelos de riqueza e conhecimento, aprenderão o que realmente tem valor... aqueles que se julgam donos do conhecimento, descobrirão que não sabem de nada, pagando caro por sua soberba, descobrindo sua ingenuidade, entendendo os avisos que receberam. Infelizmente, o ser humano aprende da pior maneira possível, através dos erros, quando é tarde demais para evitar a tragédia, restando apenas suportar a dor.

Daniel Coelho
25/10/2010
.pdf : arquivo para impressão
Filosofia : menu de textos
CoelhoVoador.net : página inicial
TocadoCoelhoVoador.blogspot.com : meu blog