PMDB, minha esperança para salvar a Democracia

Durante mais de 10 anos fui simpatizante do PT, quase um militante durante campanhas eleitorais, apesar de nunca me sentir a vontade o bastante para me filiar ao partido. Algumas coisas sempre me incomodaram, mas para mim era o menos pior na política brasileira. Enquanto o PMDB se acomodava e o PFL se tornava um satélite do PSDB, ainda adolescente eu encontrei no PT a esperança de salvar o Brasil dos tucanos, que então governavam São Paulo e o Brasil.

Lula se tornou um mito e o Brasil se transformou, porém bastaram os primeiros meses do governo Dilma para eu me frustrar com o PT. Não por causa da corrupção ou da dívida que aumentou, mas pela falta de respeito com a natureza, o desmatamento, o novo Código Florestal e a Usina de Belo Monte. O crescimento da violência e do crime organizado, que não bastasse a falta de combate pelo governo, criou uma nova lei que supera os sonhos de qualquer bandido. Enquanto sonha em desarmar a população já indefesa, bandidos assaltam casas armados de fuzil. Não bastasse tudo isso, o PT insiste em doutrinar as crianças e implantar uma Ditadura Gay no Brasil.

Dois anos atrás, decidi me dedicar a carreira de escritor. Minha motivação era esclarecer as mulheres sobre a mente masculina, ajudar a resolver os mau entendidos nos relacionamentos entre homens e mulheres. Logo percebi que o grande problema era a ideologia feminista, que estava destruindo os relacionamentos e a família. Consequentemente, destruindo a sociedade. Logo me perguntava se este não seria o real objetivo do Feminismo, uma verdadeira conspiração para destruir a sociedade, uma arma de guerra secreta.

Comecei a escrever sobre qualquer assunto em meu blog, também pesquisando sobre temas diversos na internet. Logo desconfiava que o movimento gay também fosse articulado com uma agenda sombria e oculta. Feminismo e Gayzismo eram algumas das questões que sempre me incomodaram no PT. Mas apenas este ano, quando me revoltei com as medidas tomadas pelo governo petista, me senti traído e enganado por um partido que ocultava planos terríveis por trás de uma máscara simpática.

Finalmente, um velho amigo me recomendou conhecer o filósofo Olavo de Carvalho. Sou grato a ele, e hoje recomendo a todos, escutem Olavo de Carvalho, se quiserem entender alguma coisa. Entre ouvir Olavo de Carvalho e ler blogs e sites, assistir vídeos no youtube, finalmente assisti um vídeo que sintetiza o nascimento e enraizamento do Marxismo Cultural em nossa sociedade ocidental. Uma guerra cultural secreta e silenciosa que utilizando máscaras de boas intenções e militantes como massa de manobra, se aproveitou de movimentos e ideologias para destruir a nossa sociedade.

Manipulando movimentos sociais como feministas e gayzistas, estava uma estratégia Comunista, por mais difícil que seja de entender e acreditar. Não são apenas loucos que ainda sonham com o Comunismo. Para entender, pesquise no youtube, socialismo, comunismo e Olavo de Carvalho. Pelo que aprendi com o mestre, já vivemos uma economia socialista no Brasil, preparatória para o Comunismo. Regime em que a economia não funciona, mas não importa. Não precisa funcionar, desde que o povo seja escravizado em um regime autoritário e ditatorial... mas acima de tudo, genocida. Enquanto o regime socialista do Partido Nazista matou 6 milhões na Alemanha, o Comunismo matou 35 milhões na União Soviética e 60 milhões na China.

Sei que é difícil de acreditar, para mim foi, mas depois de ler e pesquisar, de escutar Olavo de Carvalho, percebo que o Marxismo Cultural e sua destruição de nossa sociedade são parte dos planos de uma revolução comunista no Brasil. Mas também na Europa e em toda América. Estamos perdendo uma guerra, que sequer percebemos que está ocorrendo. Quando acordarmos, muito sangue será derramado para que uma Ditadura Comunista possa escravizar os sobreviventes.

Eu nasci no final da Ditadura Militar, e nunca acreditei que o Brasil um dia esteve ameaçado pelo Comunismo. Para mim, esta era apenas uma mentira espalhada por americanos para forçar uma Ditadura Militar no Brasil. Porém, 50 anos depois, quando o Comunismo parecia morto e enterrado, saio da Matrix do Marxismo Cultural e descubro que estamos ameaçados por esta ideologia esquerdista alucinada. Quem diria, a Ditadura Militar que eu tanto odiava durante toda minha vida, hoje vejo como última esperança para salvar o Brasil de uma Ditadura Comunista. O Capitalismo, com tantos graves defeitos, hoje me parece uma maravilha, comparado ao Comunismo.

Estamos sendo vencidos pela agenda esquerdista, correndo risco de enfrentar uma Ditadura Comunista, que em pouco tempo só poderá ser evitada por uma Ditadura Militar. Mas ainda tenho esperança de evitar uma ditadura no Brasil. Uma última esperança de vencer nas urnas a estratégia das tesouras estrelada por PT e PSDB, com outros partidos no papel de figurantes. Uma última esperança de salvar a democracia capitalista, ameaçada pelo Comunismo. Uma última esperança política, antes de apelar para as Forças Armadas.

Minha última esperança de salvar a Democracia é o PMDB, e por isso me filiei ao maior Partido do Brasil. Porque o PMDB é o único Partido que tem força para enfrentar a estratégia das tesouras de PT e PSDB. Porque o PMDB é um dos poucos Partidos que não está contaminado pela ideologia esquerdista, apesar de ter se deixado levar pela corrente esquerdista. Entrei para o PMDB por ideologia, para lutar em defesa da Democracia e do Capitalismo.

Sei que é difícil entender, mas pesquisem sobre o Marxismo Cultural, e escutem Olavo de Carvalho... sei que falar em ameaça comunista não parece sério, mas acreditem, pesquisem, enquanto podem. É muito sério. Entrei para o PMDB e espero conseguir chamar atenção para esta ameaça. Espero conseguir despertar o PMDB para lutar em defesa da Democracia, que está ameaçada. Se não por ideologia, que seja por estratégia política, por conquista de poder, seja qual for a motivação, minha esperança é de convencer a todos no PMDB a empunhar a bandeira da Democracia, conquistar poder nos municípios, esmagar os Partidos de esquerda nas eleições 2012, emergir com força total para resistir ao avanço comunista.

Para salvar a Democracia nas urnas, é preciso alertar o povo para o que está acontecendo. Poucos já ouviram falar em Marxismo Cultural. Enquanto a ideologia esquerdista controlar as mentes da população, a democracia estará ameaçada. É preciso despertar o povo da Matrix do Marxismo Cultural, despertar a população para o que está acontecendo, perceber a guerra silenciosa da qual nossa sociedade é vítima.

É preciso entender o problema, para entender a solução. Por isso estou no PMDB. Para divulgar a situação dentro do PMDB, para que o PMDB divulgue a situação para o povo brasileiro. Para que o povo brasileiro vote no PMDB. Para fortalecer o PMDB e enfraquecer a esquerda, para resistir à agenda comunista. Para erradicar o Marxismo Cultural, vencer a guerra cultural, preservar nossa sociedade, nossa liberdade, nossa economia.

Salvar a Democracia. É com esta esperança, que entrei para o PMDB. Com esperança de unir as forças do maior Partido do Brasil na luta contra o Marxismo Cultural. Com esperança de acordar o povo brasileiro para a terrível ameaça Comunista. Para ter a liberdade de combater problemas mais banais, como temos na Democracia. Para restaurar a moral, a dignidade, a segurança e os valores destruídos pelo Marxismo Cultural. Para salvar a civilização ocidental. Com esta esperança, me filiei ao PMDB. Esperança de que o PMDB defenda a Democracia.

Daniel Coelho
escritor, blogueiro e filósofo amador
18/10/2011
.pdf : arquivo para impressão
Filosofia : menu de textos
CoelhoVoador.net : página inicial
TocadoCoelhoVoador.blogspot.com : meu blog